REPORT – Redenção ao Night March (Finalista Regional de Fortaleza)

INTRODUÇÃO

Fala galera, meu nome é Sid Guimarães e sou jogador de Pokémon TCG aqui em Fortaleza/CE desde 2012, mas estou no cenário competitivo desde 2013. Dei meio que uma pausa no final de 2014, mas voltei com tudo nesse ano de 2015, conseguindo meu primeiro TOP 8 do Nacional desse ano… E não me arrependo. Acredito que estamos vivendo um dos metas mais divertidos que já joguei.

 

O DECK

Por ter conseguido um resultado decente no Nats de 2015 com Flareon, a minha grande aposta para o meta XY-On era Vespiquen. É, eu errei. O deck era bacana e tudo, mas era necessário muuuuito setup para bater de forma decente, além de tremer para bats. Então, tentei Tyranitar-EX. Errei de novo. Voltei para Vespa, mais surra. Depois disso fui para o Manectric-EX, uma escolha mais segura. Comecei usando com Seismitoad-EX e Crobat, mas logo fui para versões mais puras, com Regice e a que eu estava pretendendo usar nesse regional, Manectric/Zapdos. Porque não usei? Tivemos um torneio um dia antes valendo passagem para o Nacional e, obviamente, fui para ganhar e foi um tremendo fracasso, percebi que o deck não gostou de mim e entrei em uma depressão reflexiva.

É aqui que um personagem fundamental surge. Thiago, vulgo Peitola, estava hospedado na minha casa. Depois do torneio fomos a um rodízio de massas e entre uma lasanha e outra eu perguntava detalhes sobre Night March, um deck que o juiz daqui de Fortaleza/CE, Davi Sousa, já tinha insistido mil vezes para eu jogar. Ao final da noite eu já estava com a lista completa na minha cabeça, inclusive com alterações que o Thiago tinha percebido ao jogar. Ou seja, montei o deck às 11 horas da noite do dia seguinte e o meu treino foi contra a parede onde eu pensava “Tenho que fazer 180 agora. Valendo!”. Era isso, estava decidido, iria de NM para o regional!

 

O TORNEIO

Round 1 – vs. Roberto Rozendo (Aegislash-EX/Bronzong/Dialga-EX)

O Rozendo é conhecido aqui por usar decks chatos e anti-meta, mas dessa vez ele estava com um deck padrão, bem montado e que poderia me atrapalhar pela habilidade do Aegislash. A primeira partida consegui vencer na troca de prizes, catchers em EXs no banco e o crucial Hex Maniac no Aegislash-EX ativo. Na segunda, o tempo acabou antes de terminamos. Ufa!

1-0-0

 

Round 2 – vs. Rafael Fernandes (Lucario-EX/Crobat/Dedenne)

O Rafael já era conhecido por mim e eu sabia que ele jogava bem e a match em si era difícil. O primeiro jogo eu comecei muito mal e ele abriu puxando 2 prizes com Feebas e Joltik. Me lembro que ele precisa de apenas 1 Golbat para vencer, deu Sycamore para 7 e não veio. Venci na rodada seguinte. E a segunda partida, ele zicou e abriu apenas de Shaymin-EX levando um donk.
2-0-0

 

Round 3 – vs. Alan Fernando (Pyroar/Entei)

Nesse ponto eu já estava agradecendo a todos os cantos por ter colocado um Hex Maniac no deck, pois teria perdido todos os jogos por simples habilidades. Enfim, o Alan é um jogador muuuuito gente boa e fair play, a partida foi super descontraída. A primeira ele venceu, abri muito mal e comecei a puxar prizes quando ele tinha apenas 3. Na segunda, consegui controlar bem o jogo, foi bem disputada. Já a terceira ele ficou com um Pyroar ativo sem mais nada no banco, eu tinha um VS Seeker na mão para Hex Maniac, mas precisava de uma DCE. Dei uma Acro Bike e ela estava lá!

3-0-0

 

Round 4 – vs. Mario Oliveira (Seismitoad-EX/Giratina-EX)

Não é premier se eu não enfrentar o Mario, não é mesmo? Entrei na partida pensado na derrota e foi o que aconteceu no nosso primeiro game. Mario joga muito bem e é conhecido em todo o cenário nacional e conseguiu me anular completamente no game 1. No game 2, consegui vencer após um AZ no Shaymin em um turno + Lysandre na Giratina no segundo, permitindo com que eu atacasse e baixasse minhas DCE. No terceiro game o mario abriu de Shaymin-EX, deu Hex Maniac e passou, eu só tinha ultra ball e tive que passar. No turno seguinte não comprou nada e eu o donkei. Não acreditei que tinha levado essa match!

4-0-0

 

Round 5 – vs. Thiago Silva (Night March/Milotic)

Peitola recusa apresentações. Como eu estava 4-0 resolvemos empatar para garantir minha classificação e ajuda-lo no torneio. Mesmo assim jogamos e foi 2×0 para mim, só para constar… lalalalala. HAHAHAHAHAHA
4-0-1

 

Round 6 – vs. Waslley Maciel

O mito dos mitos. Eu x Waslley, o homem de Mono Lucario (com techs de Hawlucha e Dedenne). O cara era tão inteligente que usava 14 energias e 0-3-3 Crobat apenas para descartar nas ultra ball. Haha Brincadeiras a parte, o Waslley era um herói por estar ali sem Zubats, com 4-0-1, mas como eu falei… Em terra de Giratina, quem tem muita energiza é rei. Lol Enfim, como sabia que ele estava sem morcegos, a partida era muito grotesca para mim, acabou ficando com 2×0. Maaaaaaaaaaas, é o Waslley que merece os parabéns. Joga muito!

5-0-1

 

Enfim, estava dentro do TOP8! Mais um na carreira, mas com um gostinho de quero mais, já que tirando o TOP4 e TOP1 em 2013, eu só vinha fazendo TOP8. Hahaha Dessa vez, em primeiro do campeonato, estava confiante e empolgado! Vamos lá, que venha o top8!

 

TOP 8 – vs. Lucas Horta (Night March/MIlotic)

Mais um que o Davi ficou enchendo o saco para usar NM. E usou. E deu certo. HAHAHAHA Enfim, o Lucas é um jogador de Magic, mas joga muito bem Pokémon. Por ser muito atarefado, só consegue aparecer nos torneios premier e sempre fazendo top.

Eu fui para o torneio sem nunca ter jogado com o deck, apenas contra, mas como havia treinado contra o Thiago Silva na rodada anterior, já sabia mais ou menos o que fazer. E foi dito e feito! Dei muita sorte e contei com o azar do oponente também e fiz 2×0. Estava no top4!

6-0-1

 

TOP4 – vs. Pedro Victor (Manectric-EX/Seismitoad-EX/Crobat)

Pedro estava com um deck complicado para mim. Sabia que ele era um bom jogador e que iria ser difícil. Na primeira partida ele deu Seismitoad-EX, DCE, Zubat, Zubat e passou. Devolvi com 180 de dano + Hex Maniac, eu acho, assim ganhei tempo e controlei o jogo. Na segunda, acredito que ele tenha travado e ficado com apenas 1 Zubat no ativo. Cavei o deck em busca da DCE, consegui e o donkei! Estava na final!

7-0-1

 

TOP2 – vs. Bruno Oliveira (Yveltal/Yveltal-EX/Seismitoad-EX)

Não tenho palavras para descrever a amizade com o Bruno. Ele começou sendo um jogador random e logo se destacou na Liga TCG-CE e virou um dos meus melhores amigos de grupo e time. Nessa hora, a minha namorada e a dele, que estavam torcendo juntas, se separaram. HAHAHAHAHAH Brincadeira. Enfim, sabia que ia ser uma partida irada, divertida e que quem ganhasse, eu iria sair feliz. O regional estava salvo e dentro de casa!
Na primeira match eu descartei 2 Night March e passei. Tomei Quaking Punch até o final. Na segunda match eu descartei 3 Night March e passei. Bati algumas vezes de Shaymin, mas com Quaking Punch + Yveltal Baby + Lysandres nos Feebas + Enhanced nas DCE, nada pude fazer. Era isso, 0x2 e oficialmente, vice-campeão regional!

7-1-1

 

A LISTA

Dou créditos totais ao Thiago, pois a única diferença dessa lista para a lista original dele era de 02 cartas. Jogamos apenas com 01 carta diferente, btw. Quem tiver qualquer dúvida, só vir no inbox que eu ajudo com certeza. Até sobre outros decks, todo mundo sabe que eu gosto de movimentar o cenário com dicas para quem pede.

 

CONCLUSÃO

Gostaria de agradecer primeiramente a minha mãe, porque é minha mãe. Minha namorada pela paciência de ter ficado o torneio todo me ajudando e me dando sorte (inclusive no booster de ROS que abri e tirei um Shaymin-EX). Ao peitola pela lista, parceria e cartas reverse free (por ser um bom anfitrião)! Ao Davi por ser chato e me perturbar todo dia para usar esse deck, além dos treinos semanais junto com ele, Samuca, Fabrício, Lucas Horta e etc. A galera do #TeamZiquei Demétrio e Rennato. Aos companheiros de sempre, Waslley, Ghabs, Mario, Claudio, Erik Takeuti (bora #TeamTakeuti!), Pedro Nunes, Kleber, Rodrigo, Kenji, Edgard, Joel, Sandro e etc! Pois se eu ficar falando aqui, vai ser gente pra caralho. E por fim, parabenizar o Bruno Oliveira mais uma vez, jogou demais e mostrou que merece ser o campeão regional! Teremos nossa revanche em outra final de premier, tenho certeza, mas agora… Só em 2016 ein? Valeu galera!

 

Abraços,

Sid Guimarães.

Um pensamento sobre “REPORT – Redenção ao Night March (Finalista Regional de Fortaleza)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s